Quinta 3 Dezembro 2020
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Compartilhe
Pin It

Por Mariana Garcia, G1

Destaque

Dois motivos podem ser destacados como os principais responsáveis pelos diabéticos estarem no grupo de risco da Covid-19: excesso de glicose no sangue e tendência a inflamação. Diagnóstico é importante para o controle da doença.

diabetes covid151120O mais importante para quem tem diabetes é manter a doença bem controlada — Foto: Freepik

A pandemia da Covid-19 destacou a vulnerabilidade das pessoas com diabetes. Segundo estudos, pessoas com a doença apresentam risco pelo menos duas vezes maior da doença grave ou morte pelo vírus, especialmente se o diabetes não estiver controlado.

Dois motivos podem ser destacados como os principais responsáveis pelos diabéticos estarem no grupo de risco da Covid-19: excesso de glicose no sangue e tendência a inflamação – essas duas condições impedem que o sistema imunológico responda adequadamente a infecções por vírus e bactérias.

Apoio Cultural

“Acredita-se que os casos mais graves de Covid-19 provoquem um processo inflamatório no organismo e o diabetes é uma doença inflamatória. Isso pode desencadear o quadro mais complexo da infecção. Além disso, se o paciente estiver com a doença descontrolada, com níveis de glicose muito altos, ele também tende a ter uma resposta pior ao vírus”, explica a endocrinologista Anna Gabriela Fuks, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes (RJ).

O Brasil tem mais de 16 milhões de diabéticos. Em todo o mundo, 463 milhões de pessoas têm diabetes e a estimativa é que este número aumente para 578 milhões até 2030.

"O diagnóstico é muito importante. Pacientes de diabetes tipo 2 muitas vezes não sabem que têm a doença. O exame é simples e precisa ser feito antes que o diabetes esteja descompensado", alerta a endocrinologista.
Publicidade

Diabetes

Patologia crônica, o diabetes é caracterizado pela produção insuficiente ou pela má absorção de insulina (hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo), resultando na elevação do nível de açúcar no corpo – o normal, para uma pessoa saudável e em jejum, é abaixo de 100 mg/dl.

O diabetes é uma doença silenciosa e sem cura, mas que tem controle. Por isso, o tratamento é contínuo.

Os dois tipos de diabetes mais comuns são o tipo 1 e tipo 2.

Tipo 1

É uma doença autoimune. Ele se dá quando o próprio sistema imunológico ataca as células do pâncreas que produzem insulina. "Esse tipo é mais comum em crianças e adolescentes. Quando falamos de Covid-19, os diabéticos tipo 1 tendem a ter um quadro mais brando", diz Anna Gabriela.

Os sintomas mais comuns são sede, emagrecimento, muito xixi, cansaço e fraqueza. O tratamento é feito com insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas.

Apoio Cultural

Tipo 2

Ocorre quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de glicemia. Ele acomete com mais frequência os adultos e está diretamente relacionado à sobrepeso, sedentarismo e dieta inadequada.

Os sintomas são aumento de apetite, muito xixi, formiga no vaso sanitário, fraqueza, dor nas pernas, candidíase vaginal. Dá para prevenir ou retardar o diabetes tipo 2 com comportamentos saudáveis: alimentação, atividade física, evitar o álcool, tabaco.

A endocrinologista explica que é possível reverter o quadro de diabetes tipo 2, mas isso não significa que o paciente estará curado. "O diabetes tipo 2 está relacionado com obesidade. Então, se o paciente consegue perder peso, ele até pode conseguir reverter o quadro. Entretanto, ele vai precisar sempre estar em alerta. Além da obesidade, tem o sedentarismo, a genética".

<a href=
Diabetes: prática de atividades físicas e uma boa alimentação são recomendadas — Foto: Divulgação

Publicidade

Como se cuidar durante a pandemia?

O mais importante para quem tem diabetes é manter a doença bem controlada. "Diabetes é um dos fatores de risco para Covid-19. Por isso, o paciente precisa manter os níveis de glicose o mais próximo do normal possível. Dormir bem, se alimentar bem, evitar o estresse", orienta a endocrinologista.

"As medidas de prevenção também valem para quem tem diabetes: usar máscaras, evitar aglomerações, lavar as mãos, manter o distanciamento social" completa Fuks.

Veja os cuidados específicos que diabéticos devem tomar:

  • Controlar a glicemia (índice de açúcar no sangue)
  • Dieta balanceada e atividade física constante
  • Tomar vacinas para outras infecções virais e bacterianas

Apoio Cultural

 

 

 

 

FONTE: https://g1.globo.com/bemestar/diabetes/noticia/2020/11/14/diabetes-pode-agravar-a-covid-e-muitos-pacientes-desconhecem-estar-no-grupo-de-risco-alerta-especialista.ghtml

CULTURA E ARTE

Em livro, a verdadeira história da Lava Jato: a influência dos EUA

Por A Tribuna de Piracicaba Quais as reais motivações daquela que se proclamou a maior operação de combate à corrupção do...

ESPORTES

Do palco ao gramado: cantora Ludmilla reforça time para dar visibilidade ao futebol feminino

Por Julia Guimarães, Marcelo Barone e Raphael Marinho — Rio de Janeiro "Lud" treina há três meses com equipe Zico 10...

XV empata com o Atibaia e decide a vaga para as quartas de final em Piracicaba

O XV de Piracicaba empatou com o Atibaia em 1 a 1 na tarde deste domingo (29), no Estádio Décio Vitta, em Americana,...

 

booked.net

DO SEU INTERESSE

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Por José Ricardo Ferreira Estado tem alta de casos de Covid-19; Acipi critica medida do governador Doria Crédito: Mateus Medeiros/Gazeta de Piracicaba Horário estendido do comércio no período...

Com receita líquida total de R$ 14.637,90 milhões no mês de outubro, a indústria de máquinas e equipamentos apresentou crescimento de 2,9% em relação ao mês de setembro e salto de 16% na...

Por Fátima Merlin* Que o varejo tem como essência a arte de atender aos clientes, todos sabemos. Mas, para atender bem, encantá-los e retê-los, faz-se necessário entendê-los a fundo. Em meus...

Por Redação Newtrade O AliExpress entregou compras feitas durante o festival 11.11, o Dia dos Solteiros, em dezenas de municípios brasileiros em prazos inferiores a uma semana, conforme atestam...

Cecilia Barría - BBC News Mundo As marcas deixadas pela pandemia de covid-19 na América Latina não vão desaparecer do dia para a noite, mas, quanto mais cedo estiverem funcionando os motores...

Vinícius Gonçalves, colaboração para o CNN Brasil Business Lojas fazem preparação para a Black Friday no Rio de Janeiro: data já virou sinônimo de promoções | Foto: Isabelle Saleme/CNN Ansioso...

Recente no Site

Por G1 Piracicaba e Região Com 100% das urnas apuradas, ele conquistou 85.081 dos votos dados a...
VIA A Tribuna de Piracicaba Bienal Naïfs é realizada pelo Sesc São Paulo em Piracicaba desde a...
Por A Tribuna Piracicabana O provedor da Santa Casa de Piracicaba, João Orlando Pavão, está entre...

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Ana Maria Braga ensina o passo a passo da receita que é fácil de fazer e rende 6 unidades A receita de Petit Gateau de Brigadeiro da Ana Maria Braga é fácil e leva apenas 5 ingredientes....

Receita leva óleo de girassol e pimenta calabresa como ingredientes; confira A receita de Linguicinhas Flambadas em Cachaça com Maionese de Chimichurri é uma boa opção de aperitivo. É simples e...

Churrasquinho com a sobrecoxas do frango bem suculentas e temperadas. Caso não prepare na churrasqueira pode seguir a receita e fazer direto no forno. INGREDIENTES: 800g de sobrecoxas de...

RELIGIÃO

DEVOCIONAL “…Até aqui nos ajudou o SENHOR.” - 1 Samuel 7:12b Convido você a voltar no tempo e a se lembrar de algumas lutas difíceis pelas quais passou e que achou que não conseguiria superar quando estava no meio da situação. Qual a sensação...

  “Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Então, os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou” (Mateus 15,30). No tempo da graça que nós vivemos, precisamos...

Fernando Rossit A idade que compreende entre 15 e 30 anos tem sido uma das mais problemáticas quando o assunto é suicídio, que já se configura na segunda maior causa de mortes de jovens desta idade. Ao aplicar a pesquisa sobre ideação suicida...

ESTILO DE VIDA

Por Felipe Saldanha Conheça um pouco mais sobre as deficiências que os pets podem apresentar. Inclusão de animais com deficiência física: acessibilidade no mundo pet (Imagem: G1) Os animais de estimação que apresentam alguma deficiência física passam grandes dificuldades pela falta de acessibilidade, seja na própria casa ou na hora do passeio. Hoje, 30/11, o Folha GO mostra como cuidar e proporcionar maior qualidade de vida para os pets que possuem alguma dificuldade de locomoção.  Ademais, saiba que a deficiência física nesses animais pode ser causada pela genética, pela sequela de...

Divulgação
Banner Espaço Reservado 1
Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account