fbpx

Compartilhe
Pin It

Mulheres e meninas são as principais vítimas dos abusos, além de estarem sujeitas à prostituição. Obra de Ana Beltrame, ex-cônsul geral do Brasil, transforma em ficção as violências que observou

livro040321Foto: Adobe Stock/Licenciado | Divulgação

A região da fronteira entre Brasil e Guiana Francesa é talvez a mais desconhecida e de difícil acesso do país. A rodovia BR-156, que liga o município de Oiapoque, ponto mais distante do Amapá e próximo da fronteira com a Guiana, à capital Macapá não é asfaltada.

A localidade apresenta uma ausência quase que total do Estado, o que permite a continuidade da febre do ouro que dá origem a centenas de garimpos clandestinos, lugares onde desvios são punidos com violência e onde meninas e mulheres são as mais vulneráveis.

A gaúcha Ana Beltrame, de 68 anos, foi cônsul-geral do Brasil em Caiena, capital da Guiana-Francesa, entre 2008 e 2013, e precisou, por diversas vezes, prestar assistência a menores brasileiros vítimas de abuso sexual e outras violências na região.

As histórias reais que ouviu das violências que ocorrem na fronteira entre Brasil e Guiana Francesa, Beltrame resolveu transformar em uma única ficção para seu primeiro livro: ‘O passeio de Dendiara’, da Tema Editorial.

Na obra, Beltrame relata o encontro de uma diplomata com uma menina em situação de risco. Para ela, o livro não é uma denúncia, mas um chamado à responsabilidade de todos os agentes do Estado.

Dendiara, a personagem que dá título ao livro, é a encarnação da tragédia brasileira em relação à infância em uma terra sem lei: analfabeta, sem documentos, abusada sexualmente em um garimpo clandestino, grávida aos 10 anos e abandonada sozinha em uma rodovia na região de fronteira.

Casos como o da personagem chegavam ao consulado do Brasil em Caiena trazidos pela polícia francesa, uma vez que a Guiana Francesa é um território ultramarino da França.

O consulado era chamado para conversar com a criança, entender sua história, acionar os conselhos tutelares em Macapá ou Belém e providenciar os documentos para que a menor voltasse ao Brasil.

A obra de Beltrame mostra a fragilidade da estrutura do Estado brasileiro na fronteira, apesar de ter estrutura.

Em garimpos clandestinos, pequenos e escondidos sob a mata densa da floresta Amazônica, mulheres costumam cozinhar e cuidar da roupa ou estão à frente de pequenos comércios que trazem aos homens itens como cigarros.

Neste mesmo espaço, crianças e adolescentes se prostituem. No livro, a personagem Dendiara ajuda uma mulher mais velha, a “madrinha”, na cozinha do garimpo. À noite, ambas se prostituem.

Beltrame ressalta que a prostituição na região da fronteira é totalmente naturalizada. A prostituição seria a única forma das mulheres pegarem a parte delas do ouro.

Vale pontuar que a maior parte dessas mulheres chega ao garimpo por vontade própria. Muitas acreditam que irão se prostituir por um ano e comprar a casa própria.

Contudo, a maioria não consegue, adoece, e não volta. As conquistas feministas não chegaram à fronteira do Brasil com a Guiana Francesa.

Na violência dos garimpos clandestinos, meninos também não estão imunes. Se elas sofrem abuso sexual, eles são usados como mão-de-obra nos garimpos de galeria.

Escuras e apertadas, essas estruturas são pequenas para o corpo de um homem adulto, por isso muitas vezes são escavadas por meninos, que têm seus corpos deformados por esse trabalho.

Fonte: Celina | O Globo

 

 

 

 

FONTE: https://observatorio3setor.org.br/noticias/livro-retrata-abusos-sexuais-nos-garimpos-clandestinos-da-amazonia/

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Autor: CCS O Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba (Fussp) recebeu no último dia 14/04 uma...
Por Reuters O Ministério Público Federal (MPF) enviou um pedido de informações complementares a...
polishnews O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, anunciou na sexta-feira que a Rússia...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Redação Nova Mulher É possível fazer Pizza Hut em casa sem muitos segredos. Abaixo relevamos os truques. Confira! {loadposition apoiador-estilo-vida} INGREDIENTES DO MOLHO 1 molho de...

Metro World News A dica saborosa foi compartilhada no Youtube pelo canal especializado ‘Receitas de Pai’, com o tutorial completo. Confira uma receita prática e deliciosa de pizza de frigideira...

Por: Gabriela Rassy Ovos em nuvem – ou cloud eggs – são a nova obsessão coletiva do Instagram. A receita pode até não ser nova nem complicada, mas viralizou e ocupou tudo quanto é perfil na rede...

André Rochadel Saborosa, colorida e pode ser tanto uma entrada quanto o prato principal {loadposition apoiador-gastronomia} Nada como um prato de simples preparo que fica delicioso e ainda pode...

RELIGIÃO

Frei Jacir de Freitas Faria O evangelho sobre o qual vamos refletir hoje é Jo 6,1-5. Trata-se da multiplicação dos pães. Essa passagem é mais conhecida por nós pelos relatos dos evangelhos sinóticos de Marcos (Mc 6,32-44; 9,1-17), Mateus (Mt 14,...

Helio & Deise Peixoto “Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.”1 João 5:12 {loadposition apoiador-estilo-vida} O que, de fato, todas as pessoas procuram? Vida. Vida no seu dia a dia, nos seus...

Helio & Deise Peixoto “E a língua é uma chama de fogo. Está cheia de maldade e envenena todos os membros do corpo. E é o próprio inferno que ateia fogo à língua, que pode transformar toda a nossa vida numa chama ardente de destruição e...

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account